sexta-feira, 18 de fevereiro de 2005

Ironias da campanha II

Ora! Sempre pensei que alguém aproveitasse a deixa para a ironia mais óbvia:

- Santana Lopes a falar por trás de um cartão a dizer "competência"

A última ironia é:

- Levar-se um mês em campanha eleitoral, a gastar dinheiro e a torrar a paciência do cidadão, para praticamente nada.

Para que serve esta treta toda? As pessoas, a esmagadora maioria dos votantes, decidem o voto pesando o que faz ou deixa de fazer cada força política ao longo do tempo, se se aproxima ou não da sua própria maneira de ver o mundo e os resultados que tem a sua acção quando está no governo. Os indecisos são sempre uma minoria, e, ao que parece, quando se acabam por decidir em cima do acontecimento costumam seguir mais ou menos as proporções dos que já se decidiram há muito.

Portanto para que servem as campanhas eleitorais?

Ainda se ao menos se falasse nelas de política...

Sem comentários:

Enviar um comentário