quinta-feira, 12 de maio de 2005

Extraordinário

Para quê vários instrumentos, quando se pode ter só um?

Sem comentários:

Enviar um comentário