quinta-feira, 26 de janeiro de 2006

Hoje espanca-se

Hoje espanca-se

É a Florbela Espanca e os seus tristíssimos e apaixonadíssimos (e muitos mais íssimos) versos que acabaram de se somar ao Gutenberg. Através do Livro de Máguas. Máguas? Máguas. É assim que lá está escrito.

Sem comentários:

Enviar um comentário