terça-feira, 25 de julho de 2006

Num país a sério...

Num país a sério quem está constantemente a fazer obras devia ser obrigado a indemnizar quem sofre com elas pelos prejuízos causados à sua saúde e à rentabilidade do seu trabalho. Num país a sério quem está constantemente a fazer obras devia ser proibido de pregar um prego sem antes avisar os vizinhos e combinar com eles horários e condições. Num país a sério, o uso de martelos pneumáticos devia ser simplesmente proibido.

Infelizmente, não vivo num país a sério.

Sem comentários:

Enviar um comentário