domingo, 17 de setembro de 2006

Coisas do marquetim

Nasceu por aí um Sol. Com uma das figurinhas mais hilariantes da imprensa portuguesa como director e uma monumental campanha de marketing a abrir-lhe alas. Não comprei, claro: se detestava o Espesso e se o director do Espesso de então é a mesma alimária que se calhar continua a "escrever para ganhar um Nobel" no Sol, nada me diz que não iria detestar igualmente o sucedâneo. O meu rico dinheirinho é demasiado inho para ser atirado assim pela janela. Mas, como ir aos sites é grátes (ou por outra: um gajo paga o mesmo estando ligado ou não), dei um pulinho ao solarengo site. Surpresa: dão alojamento para blogues e, "em breve", sítios! Grátes, supõe-se.

O que pergunto a mim próprio é o que farão se algum maroto resolver criar um blogue e/ou sítio com o objectivo expresso de cascar no sol...

Se eu não tivesse mais que fazer...

Sem comentários:

Enviar um comentário