domingo, 4 de janeiro de 2009

Cada vez mais inevitável

Enquanto animais sedentos de sangue desencadeiam mais um massacre na terra que teve de ser um cínico sarcástico a baptizar como santa, parece cada vez mais inevitável que aquele enfrentamento de monstros só terminará quando alguém tiver a brilhante ideia de reduzir tudo aquilo a um deserto radioactivo coalhado de crateras. A cada "operação de auto-defesa", este desfecho fica mais inevitável, cada vez mais inevitável. E nós, ou fazemos alguma coisa duma vez por todas, ou ainda acabamos também atingidos pelo fallout.

E a verdadeira tragédia é que a louca ideia de riscar Israel do mapa começa a fazer algum sentido.

Sem comentários:

Enviar um comentário