sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Lido: Asimov's nº 323

Com um artigo de que não vale a pena falar aqui, cheguei ao fim da leitura do número 323 da revista Asimov's, que já tem uns aninhos em cima. Achei este número relativamente fraco, bem longe da qualidade de outros números da mesma revista que tinha lido anteriormente. Da novela, duas noveletas e três contos que constituem o seu conteúdo de ficção só gostei mesmo de uma das noveletas, Lying to Dogs, e de um dos contos, Candy Art. O resto pareceu-me estar entre o razoável e o fraco, e houve até um conto, Her Father's Eyes, de que não gostei mesmo. Considerando que houve Asimov's que me agradaram de princípio ao fim, este número deixou muito a desejar e ficou bem aquém das expetativas que para ele trazia.

4 comentários:

  1. A de Março, que recebi esta semana, parece-me que é ainda pior...

    ResponderEliminar
  2. O quê? Uma Asimov's a chegar a tempo a um subscritor?! O_O

    É que eu me chateei com os gajos precisamente por isso: os meus exemplares conseguiam a proeza de chegar 4, 5 meses depois das revistas chegarem a quem as comprava aí por fora, mesmo sendo de importação. Duas vezes fiz subscrição e duas vezes me aconteceu o mesmo, de modo que à segunda deixei as revistas na pilha, por ler. São essas que estou a ler agora.

    ResponderEliminar
  3. Bom, a minha chegou precisamente no dia em que actualizaram o www.asimovs.com com esse número.

    Infelizmente pela numeração não me oriento, eles no site não indicam o número - só o mês de edição - e nem guardam dados dos números anteriores.

    Ontem também recebi a "Locus".

    De qualquer modo, eu diria que desde Agosto que o conteúdo tem sido pouco atraente.

    - Flávio

    ResponderEliminar
  4. Whoa! Melhoraram o serviço a assinantes, mas assim tipo BUÉ!

    Estes números que ando a ler são já razoavelmente antigos, de 2002-2003.

    ResponderEliminar