quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Lido: Discurso Contra o Lirismo

Discurso Contra o Lirismo é uma crónica de José Saramago em que ele debita um discurso (não é força de expressão, debita mesmo; a coisa começa com "meus senhores" e termina com "tenho dito") no qual faz um ataque cerrado, e muito, muito, muito irónico, aos poetas, essa raça subversiva e lamentável que corrói os fundamentos da sociedade com palavras líricas, que deviam ser riscadas dos dicionários. Contrariamente à maioria das outras crónicas-mesmo-crónicas presentes neste livro, esta mantém-se interessante porque praticamente poderia ter sido escrita hoje, quase tal e qual, sem tirar nem pôr.

Há coisas que em 40 anos mudam. Que quase se viram do avesso. Mas outras parece que nunca mudam.

Sem comentários:

Enviar um comentário