quinta-feira, 1 de julho de 2010

Lido: El Pueblo que Salió de la Nada

El Pueblo que Salió de la Nada é uma história do argentino Marín Cagliani, muito bem concebida, muito bem escrita, sobre uma povoação inteira que aparece de repente numa ceara, ao lado da quinta do dono do terreno. E não é só a povoação que aparece, são também os seus habitantes; comerciantes, agricultores, polícia, todas aquelas pessoas de que se compõem as aldeias em qualquer parte do mundo. Mais o enredo se enleia quando, depois desse aparecimento, começam a desaparecer pessoas um pouco por toda a região.

É uma história bastante bem conseguida, uma espécie de mistura de ficção científica e fantasia que joga com efeitos quânticos e universos paralelos, mas acima de tudo com as escolhas que se fazem na vida e o arrependimento, com a luta pela sobrevivência e a desistência. Boas personagens, bom ritmo, até o espanhol me pareceu bastante bem tratado, embora eu não conheça a língua com profundidade suficiente para ter uma opinião sólida nesse particular. Em suma: uma boa leitura. Se quiserem avaliar por vocês mesmos, podem fazê-lo aqui.

Sem comentários:

Enviar um comentário