quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Slang

You know what?

There's something strangely liberating about translating stories where characters use foul language profusely. Yes indeed.

You see: we get to foul it up just as profusely, and if anyone complains we can always say "hey, not my fault, don't kill the messenger, you should be complaining to that author guy, I was merely being faithful to the original".

(para continuar a ler, clicar aqui)

PS: A partir de hoje, aparecerão aqui na Lâmpada chamadas deste género para os posts que eu for fazendo no meu blogue em inglês sobre tradução, o Found in Translation. Porquê? Porque a Lâmpada é assim como que o meu nodo central, aquele blogue que é sindicado para coisas como o Goodreads, que só permitem sindicar um mas onde penso que é provável que haja quem se interesse por ter também os conteúdos do FiT. Aos que se estão nas tintas para o FiT e para o Goodreads, as minhas desculpas.

Sem comentários:

Enviar um comentário