quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Lido: A Lua que eu Conheci

A Lua que eu Conheci é uma crónica de José Saramago, na qual ele conta uma historiazita que se terá passado com ele quando mais jovem, uma historiazita de campismo selvagem e de efeito de horizonte (aquele efeito que faz com que a Lua pareça maior quando está perto do horizonte), tudo isto a propósito do pequeno passo do Neil Armstrong. Quando Saramago escreve a crónica andam Armstrong e Aldrin aos saltos na Lua, e o cronista manifesta-se dividido entre o entusiasmo pelo feito e a pena por o desvendar de um novo mundo real e palpável roubar à Lua a sua condição de símbolo poético. Não sendo dos melhores textos do livro, tem o seu interesse.

Sem comentários:

Enviar um comentário