segunda-feira, 13 de junho de 2011

Lido: Después de Todo, lo Más Inesperado

Después de Todo, lo Más Inesperado, do espanhol Fran Ontanaya, é um conto de ficção científica que descreve uma expedição a um planeta distante, batizado como Atlantis. Cliché? Claro que sim. O conto, aliás, arranca no mais puro e inadulterado cliché, vai por aí fora de cliché em cliché e quando o desfecho acontece, revelando o propósito humorístico de todo o exercício, também ele é absolutamente cliché. Não me parece que resulte. De todo. Nada tenho contra brincar com clichés e reutilizá-los, mas o modo como isso aqui é feito não me convence. Se o conto pretende ser humorístico, pois que seja divertido desde o início, que não se guarde o divertimento todo para um desfecho surpresa, que acaba por não ser nem particularmente surpreendente nem divertido por aí além, enquanto o miolo é apenas aborrecido e vagamente pateta. Sim, achei este conto muito fraquinho. Não o aconselho. Mas se quiserem avaliar por vocês próprios, podem lê-lo aqui.

Sem comentários:

Enviar um comentário