domingo, 2 de outubro de 2011

Lido: A Princesinha das Rosas

A Princesinha das Rosas (bib.) é um conto curto de Fialho de Almeida que gira em torno de pescadores e ondinas. No entanto, aquilo que mais interesse despertou ao autor não parece ter sido tanto a história como o tratamento do texto propriamente dito. É que aquela pouco ultrapassa o relato lendário, com tudo o que é comum encontrar-se no conto popular. Este, contudo, é elaborado, burilado, poder-se-á mesmo dizer florido. Prosa poética em estado puro e, enquanto tal, de grande qualidade. Quem goste de prosa poética tem aqui, portanto, fartura de interesse com que se regalar; quem prefira uma história interessante, bem construída e com algo de inovador, contudo, não veio bater a boa porta, embora no caso de ainda não conhecer este aspeto do bestiário fantástico da nossa terra é provável que também aqui ache motivos de interesse mais que suficientes para terminar a leitura satisfeito. Pessoalmente, e pese embora apreciar a qualidade do texto, não gostei muito do conto. Foi um daqueles contos que comecei a esquecer ainda durante a leitura. Daqui a dias já não deve restar nada.

Sem comentários:

Enviar um comentário