domingo, 17 de junho de 2012

Lido: As Despesas da Festa

As Despesas da Festa (bib.) é um conto de ficção científica pós-apocalíptica, de James Blish, que descreve, com abundância de infodumps, a vida nos abrigos subterrâneos enquanto continua a travar-se na superfície uma guerra de destruição total entre os dois blocos da Guerra Fria. Que no conto, claro, se tornou quente anos antes. Ao contrário do que é habitual nos contos desta época, porém, trata-se mais de uma guerra biológica do que de uma guerra nuclear, e todo o conto gira em volta de conceitos médico-biológicos que, lidos hoje, só me conseguiram fazer pensar na imensa evolução que as ciências biológicas tiveram desde a década de 50 do século passado até aos nossos dias. Todas as ideias de base em que Blish fundamenta a história estão erradas. Todas. E como o conto pouco tem além de ideia, visto que é composto quase inteiramente por pessoas a explicar coisas umas às outras, é um daqueles contos de FC que já morreram mesmo que ainda não tenham consciência disso. Não creio que alguma vez tenha sido um bom conto (os infodumps encarregam-se de lhe baixar a qualidade) mas, mesmo que o tivesse sido um dia, envelheceu de forma irrecuperável. É de longe o pior do livro até agora. Paz à sua alma.

Contos anteriores desta publicação:

Sem comentários:

Enviar um comentário