terça-feira, 4 de dezembro de 2012

Lido: A Missão

A Missão (bib.) é uma novelização de Steven Bauer de uma história de Steven Spielberg ambientada na Segunda Guerra Mundial. O conto acompanha a tripulação de um dos bombardeiros pesados americanos destacados na Europa, provavelmente um B-17, durante a 23ª missão do avião. Detalhe de fundamental importância: nunca ninguém regressou da 24ª... e um dos tripulantes, encarado pelos outros como mascote e dono de um singular talento para o desenho que, espera ele, o levará a trabalhar na Disney após a guerra, está precisamente na sua missão número 24. Montado o palco, desenrola-se a peça, de uma forma tão hollywoodesca como seria de esperar, com a iminência do desastre que já se entrevê pelo que ficou dito acima e algum sobrenatural à mistura num fim repleto de deus ex-machina.

O enredo já não é grande coisa, mas o conto não se fica por aí. Não sei bem se é Steven Bauer que é inepto a transformar um guião em conto, se a pavorosa qualidade da tradução lhe esfrangalha o texto ainda mais do que parece à primeira vista, o certo é que o resultado é péssimo. Não há página em que não surjam frases inteiras que não fazem qualquer sentido. Se os outros contos seguirem pela mesma bitola, temos sério candidato a pior livro do ano de leituras.

Sem comentários:

Enviar um comentário