quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

Lido: Escalfeta

Escalfeta é um daqueles pequenos poemas de Alexandre O'Neil sobre a pequenez da vida. É irónico, claro. Mas não gostei muito. Pareceu-me mais pretexto para encher uns quantos versos com rimas em -eta do que propriamente coisa com que o O'Neill quisesse mesmo dizer alguma coisa. Não é mau, mas não gostei muito.

Textos anteriores deste livro:

Sem comentários:

Enviar um comentário