segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

Aaaaiiiii! É uma cedência ao Brasiiiilll!

Já os ouviram ou leram, não é verdade? Gente a rasgar as camisas, clamando que "Aaaaiiii! O AO é uma cedência ao Brasiiiiilllll! Querem-nos pôr a escrever brasileeeeirooooo! Às armaaaaas!" Conhecem o estilo, não é?

Pois. O giro de ter uma folhinha excel com todo o Vocabulário da Mudança é poder ir ver qual das grafias anteriores tem mais presença na nova. E eu, depois de ter publicado o post aqui em baixo (a ligação é só para quem veio ter a este sem passar pela casa de partida), de ter jantado e de me ter sentado outra vez ao computador a fazer coisas, achei engraçado ir ver isso mesmo.

Para tal, peguei nos tais 1228 casos de convergência e fui verificar em quantos a ortografia convergiu para a que se usava antes em Portugal e em quantos o fez para a que dantes se usava no Brasil. E quando vi os resultados soltei uma gargalhada.

É que são 615 casos em que a grafia unificada é a que anteriormente era portuguesa, e são 613 em que a unificada é a que anteriormente era brasileira. 615-613. Ganhamos nós.

Não é de ir às lágrimas de riso?

2 comentários:

  1. Eu, pelo menos, ri-me!
    http://olinguado.blogspot.pt/2013/02/grupo-de-trabalho-para-lamentar.html

    ResponderEliminar