quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

Os números do trema

O trema é, de todas as alterações introduzidas na nova ortografia, aquela que oferece uma análise mais simples. Desaparece, pura e simplesmente, portanto todas as divergências ortográficas causadas pela sua existência também desaparecem. E em todos os casos, a convergência faz-se para a forma anteriormente usada em Portugal.

Simples, não?

Bem, quase.

É que há algumas palavras que, além do trema, sofrem também outras alterações, portanto nem todas as palavras de onde o trema desaparece passam a integrar o grupo das grafias unificadas. Os números são os seguintes:
  • No Vocabulário da mudança contam-se 321 palavras alteradas pelo desaparecimento do trema.
  • Entre estas, 313 convergem, todas para a anterior grafia portuguesa.
  • 8 destas palavras, apesar do desaparecimento do trema, mantém dupla grafia devido a outros fatores.
Uma curiosidade neste pequeno grupo de 8 palavras: Segundo o Vocabulário da Mudança, 5 destas palavras tinham anteriormente, no Brasil, não grafia dupla, mas quádrupla. Na nova ortografia passa a ser apenas dupla.

Outra curiosidade é estas 313 convergências para a anterior ortografia portuguesa corresponderem a exata metade de todas as convergências do mesmo género.

Também não deixa de ser interessante constatar que só as convergências causadas pelo trema já são em número muito maior que todas as divergências.

Sem comentários:

Enviar um comentário