sexta-feira, 8 de março de 2013

Da indigência

Helena Buescu apresentou na AR um "parecer" em que se refere obliquamente à análise que aqui fiz sobre o Vocabulário da Mudança. Insiste na fraude perpretada por Regina Rocha e publicada no Público, e diz que ela foi, cito:
objecto de contra-resposta que não apresentou qualquer comprovada anulação baseada em dados alternativos
Claro que não. Eu não me baseei em dados alternativos: baseei-me nos mesmos dados que Regina Rocha diz ter utilizado para obter os números que inventou.

E claro que não apresentei "qualquer comprovada anulação". Só forneço a tabela com todos os dados, todas as contas e todas as fórmulas a quem ma pedir (e desde a última vez que o mencionei já a forneci a mais três pessoas, subindo o total para cinco — uma das quais opositora ao AO (finalmente!), pelo menos por enquanto). Mais nada. Coisa pouca, bem sei. O que é isso comparado com todas as provas que a Regina Rocha fornece de que não inventou os seus números? Hm?

Já agora, que foi ao certo que Regina Rocha forneceu a quem quiser verificar a bondade dos seus dados e contas? É que estou aqui a puxar pela cabeça e não me lembro de nada.

Deve ser, decerto, falha na minha memória. Com certeza que há abundante materal comprovativo. Uma tabelinha com contas, talvez? Talvez feita em papel? Uns rabiscozinhos a lápis? Não?

Doutoramentos à portuguesa...

Sem comentários:

Enviar um comentário