sábado, 6 de abril de 2013

Lido: Excertos de O Que Diz Molero

O Que Diz Molero é a mais conhecida e reconhecida obra de Dinis Machado, e nesta antologia de humor que vou lendo está presente com três excertos, que também são o meu primeiro contacto com a prosa do autor (embora tenha cá por casa os seus policiais, assinados com o pseudónimo de Dennis McShade). O primeiro desses excertos é uma francamente divertida descrição de uma épica zaragata que terá tido lugar no bairro popular lisboeta onde parece passar-se toda a ação do romance. O segundo é como que um ensaio, uma dissertação em modo tasca, sobre o candente tema das tusas. Sim. O terceiro... sobre o que raio é o terceiro? Fiquei sem perceber; é uma confusão pegada, repleta de curvas e voltas e becos sem saída, uma daquelas histórias que se contam entre copos e se esquecem à velocidade a que o álcool evapora. São três excertos divertidos, em especial o primeiro, de um livro que parece valer bem a leitura. Talvez um dia...

Textos anteriores deste livro:

Sem comentários:

Enviar um comentário