quarta-feira, 8 de maio de 2013

Lido: The Journey to Kailash

The Journey to Kailash é um longo poema de Mike Allen, no qual um jovem conta a história da sua relação com o padrasto. O detalhe mais que relevante é o seguinte: o padrasto é Ganesh, o elefantino deus hindu. Pareceu-me um belo poema. Por causa da ironia, a espaços bastante divertida, que é ter um deus hindu a viver uma vida de classe trabalhadora na América contemporânea. Sim. Mas também porque essa ironia se vai a pouco e pouco transformando numa espécie de desespero existencial movido a dificuldades e frustrações e abandono, fiel reflexo, afinal, da vida dessa mesma classe trabalhadora em plena crise económica. E porque ao longo de todo o poema vamos encontrando o inesperado a trocar-nos as voltas sempre que julgamos saber para onde tudo aquilo se dirige. Não é todos os dias que um texto consegue tal feito, e muito menos quando esse texto é um poema. Até no título há subtilezas; só conhecendo algumas coisas sobre a mitologia hindu (ou googlando-as) ele faz sentido.

Este impressionou-me.

Textos anteriores deste livro:

Sem comentários:

Enviar um comentário