sábado, 14 de setembro de 2013

Lido: Contos Humorísticos

Contos Humorísticos, mais uma das pequenas antologias temáticas que a Rosto preparou para o DN e o JN é, entre as que li até agora, aquela que tem o título mais enganador. É que há alguma diferença entre obras que são humorísticas, isto é, aquelas que têm no humor uma das suas peças primordiais, e aquelas que se limitam a ter humor entre os ingredientes secundários, que é o que mais se encontra aqui. Isso e uma certa confusão entre humor e melancolia, entre o gozo e os retratos contristados de algumas misérias humanas.

E isso resulta num paradoxo. Numa antologia que se pode considerar má, embora nenhum dos contos que contém o seja, simplesmente porque não cumpre aquilo a que se propõe. Se por vezes o todo é mais do que as partes, também lhe acontece ser menos. Quando o todo que as partes formam não é o que quer ser, por exemplo.

Mas apesar do escrito acima reluto em considerar esta antologia verdadeiramente má, pois os contos não o merecem. Certo: também não merecem vir taxados de humorísticos quando antes de o serem são muitas outras coisas. E também é verdade que nenhum deles me deixou realmente rendido. Mas nenhum dos quatro é mau.

Eis o que achei deles:
Este livro foi comprado.

Sem comentários:

Enviar um comentário