domingo, 27 de outubro de 2013

Lido: O Mistério da Selva

O Mistério da Selva é um pequeno conto de José Alberto Braga que acrescenta ao humor habitual, aqui transmutado em ironia mais fina do que a dos trocadilhos mais ou menos inspirados de que Braga tanto mostra gostar, uma certa dose de poesia e uma qualidade de português bem acima do que tem sido habitual ao longo do livro. Trata-se de uma fábula. Não digo sobre o que é a fábula, pois boa parte do conto reside no seu desenlace, mas digo que se passa (obviamente) numa selva que entra em periódico alvoroço quando o leão, rei da dita, vai à caça. Talvez possa também dizer que o conto é subversivo, mas só talvez. É possível que já esteja assim a dar informação a mais.

Seja como for, estas duas páginas constituem, de longe, o melhor texto do livro até ao momento.

Textos anteriores deste livro:

Sem comentários:

Enviar um comentário