sábado, 21 de dezembro de 2013

Lido: A Bomba é Nossa

A Bomba é Nossa é mais um daqueles textos do José Alberto Braga, em forma de lista e compostos em partes mais ou menos iguais por trocadilhos, informação e nonsense, e a que pouca graça acho. Desta feita, a ideia é definir (em parte com aspas, em parte sem elas) uma série de termos ligados à energia e em especial ao armamento nuclear, resultando em três páginas e picos de patetice voluntária e consciente. Sorri um par de vezes, mas não mais que isso.

Textos anteriores deste livro:

Sem comentários:

Enviar um comentário