domingo, 15 de dezembro de 2013

Lido: Na Tal Noite

Na Tal Noite é mais um pequeno conto de Mia Couto, e mais um conto de mulher, muito semelhante em vários aspetos a Meia Culpa, Meia Própria Culpa. Não que aqui também haja vidas vividas literalmente pela metade, mas existe uma vida incompleta, de uma mulher que vive sozinha e pobre, com dois filhos, eternamente à espera das raríssimas visitas que o próspero e distante pai dos miúdos faz a sua casa, por alturas do Natal. O conto descreve uma dessas visitas, e é uma história deprimente, de carência e indiferença, de sedução tentada e rejeição. Uma história amargamente irónica. Uma boa história, sim. Mas não gostei particularmente dela.

Contos anteriores deste livro:

Sem comentários:

Enviar um comentário