segunda-feira, 7 de abril de 2014

Lido: O Novo Padre

O Novo Padre é mais um conto de Mia Couto que não é, realmente, sobre um novo padre. Passado no Moçambique colonial, centrado na figura de um colono português, daqueles que, porque afastados das leis e do governo, porque distantes de tudo e transformados por isso na corporização do colonialismo no lugar onde se instalaram, viviam e impunham as leis conforme mais lhes dava jeito, é um conto sobre o racismo e sobre os desmandos de um sistema opressivo que dava ao branco tudo e ao preto deixava apenas a sujeição.

Até que um novo padre chega ao sítio indeterminado em que o conto tem lugar, e subitamente as coisas mudam.

Gostei bastante mais deste conto que do anterior. Aliás, gostei mais deste conto do que da maioria dos que li até agora no livro a que pertence. É um conto duro e incómodo, que Mia Couto consegue contar de uma forma quase suave. Muito bom.

Contos anteriores deste livro:

Sem comentários:

Enviar um comentário