terça-feira, 20 de maio de 2014

Lido: A Herdade da Pegada

A Herdade da Pegada (bibliografia), outro conto de ficção científica de A. E. Van Vogt é, mais uma vez, sobre alienígenas. A princípio não parece: somos apresentados a uma família em disputa, entre um pai quinteiro que gosta da quinta, uma mãe que a detesta e uma filha pequena que, a princípio, é como se não contasse. A quinta seria uma herdade vulgaríssima se não se desse o caso de estar embutida num vale e ter a forma de uma pegada, daí o seu nome. O calcanhar da pegada, segundo depressa ficamos a saber, corresponde a uma cratera de impacto, onde teria caído um meteorito um par de séculos antes.

Esta informação depressa leva o leitor com alguma experiência a perceber o que ali se passa — afinal, há muitas histórias destas, tanto na literatura como na televisão ou até no cinema. O ambiente cedo toma um ar declaradamente Twilight Zone... o que não é bom, visto que a série de TV é uns 20 anos mais antiga que esta história. Tudo aqui soa a batido, a velhos clichés reaproveitados de forma pouco inspirada. Nada contra reaproveitar velhos clichés... mas convém que o reaproveitamento seja bem feito. Aqui não é. E até o próprio texto, não sei se por culpa de Van Vogt se de Saló (mas tenho suspeitas), é muito mauzinho.

Em suma: fraco. Muito fraco.

Contos anteriores deste livro:

Sem comentários:

Enviar um comentário