domingo, 18 de maio de 2014

Lido: Onanismo e Pornografia

Onanismo e Pornografia é uma espécie de ensaio, ou pelo menos de artigo de opinião, de Rui Zink, onde o autor discorre sobre o onanismo, a pornografia e as relações entre ambos e a sociedade em geral. É um texto altamente subversivo, em especial para a época em que foi escrito (1984), afrontador da moral e dos bons costumes e irónico desde o início, mas até mesmo ao fim (e ele ainda é bastante longo, talvez o mais longo de toda a antologia) não percebi por que motivo haveriam de o ter escolhido para integrar uma antologia de humor. Pois, ironias à parte, parecia-me uma opinião honesta e até razoavelmente fundamentada.

Mas depois, mesmo a chegar ao fim, Zink apresenta-nos uma sua utopia pessoal quase de ficção científica (ou não tão quase como isso: falha fortemente na parte da verosimilhança), descrevendo um Portugal idealizado enquanto pornódromo da Europa e enriquecido com isso. Aqui sim, o humor é claro e desbragado. E tão subversivo como o resto do texto. Ou mais ainda.

Não que concorde inteiramente com a tese do autor, não que gostasse de viver no Pornotugal que ele descreve (sem lhe chamar isso; esta é minha), mas gostei do texto. É interessante e, mais importante do que isso, desafiador.

Textos anteriores deste livro:

Sem comentários:

Enviar um comentário