sexta-feira, 20 de junho de 2014

Lido: Os Operadores Humanos

Os Operadores Humanos (bibliografia) é um conto de ficção científica escrito a quatro mãos por A. E. Van Vogt e Harlan Ellison e é, de muito longe, o melhor conto do livro de que faz parte. Leva-nos ao espaço profundo, algures entre galáxias nunca identificadas, a bordo de uma nave que, com algumas outras, terá escapado do controlo humano e fugido após ganhar senciência. A bordo, além do leitor, encontra-se apenas um homem, o operador humano, necessário para desempenhar tarefas que a nave é incapaz de levar a cabo sozinha, mas mantido firmemente controlado e ignorante, não vá ter oportunidade de pôr em prática as tendências malignas inerentes à humanidade. Sim, que já se passou muito tempo desde a fuga e este operador humano que conhecemos está muito longe de ser o original, antes é resultado de um programa de reprodução levado a cabo pelas naves. Ora, para haver reprodução é necessário haver fêmeas, e é precisamente quando o protagonista é visitado por uma fêmea (sim, fêmea, não mulher), a primeira que vê na vida, que as coisas se desenlaçam.

Trata-se de um conto muito bom, tanto no que toca às ideias propriamente ditas como sobretudo na forma como elas são executadas. Ao contrário do que acontece em contos anteriores, e pese embora notar-se aqui e ali o efeito Saló, tudo está no sítio certo e há um equilíbrio praticamente perfeito entre a entrega da informação necessária ao leitor e o avançar da narrativa. A melhor forma possível para concluir este livro. Ou até para o salvar.

Contos anteriores deste livro:

Sem comentários:

Enviar um comentário