sexta-feira, 1 de agosto de 2014

Lido: A Boca da Terra

A Boca da Terra é um conto curto de José Eduardo Agualusa, mais uma vez baseado em notícia que o autor terá encontrado num velho jornal da Angola oitocentista. Este é um daqueles contos de ouvir contar, com dois protagonistas: aquele em quem a história aparentemente se centra, que serve de elo de ligação a um outro, o verdadeiro protagonista da história. No caso, o primeiro é um caçador, Afonso, em tempos guia do segundo, Carlo Emeraldi, um aventureiro italiano que desaparece algures em África. Essa ligação profissional é o que o leva a receber um bizarro relato de viagens, que sugere que o italiano teria encontrado um território alterado de uma forma quase surreal — a tal boca da Terra. Não gosto muito deste tipo de conto, que foi muito comum na literatura fantástica do século XIX e do início do século XX, e este tem ainda o defeito de ser demasiado curto, tornando o relato por interposta pessoa quase sumário. É interessante, sim, e está tão bem escrito como seria de supor, mas há contos muito melhores neste mesmo livro.

Contos anteriores deste livro:

Sem comentários:

Enviar um comentário