sábado, 16 de agosto de 2014

Lido: Estranho Silêncio

Estranho Silêncio é uma crítica literária. Nela, Ricardo Araújo Pereira disserta com elevação e conhecimento de causa sobre alguns poemas casadebanhísticos em elevado grau produzidos e publicados por António Manuel Ribeiro, o sempiterno líder dos igualmente eternos UHF. Poemas esses que, segundo o crítico Pereira, foram ignorados pela crítica e pela academia até ao momento em que ele resolve corrigir essa suprema injustiça. Pois.

Sim, é um gigantesco gozo. Um gozo tão absolutamente hilariante que eu duvido de que mesmo o visado seja capaz de ler este texto sem se rir.

E agora fiquei a imaginar o António Manuel Ribeiro a ler isto sentado no bidé e a rir à gargalhada. E estou, claro, outra vez a rir-me.

Muito, muito bom.

Textos anteriores deste livro:

Sem comentários:

Enviar um comentário