domingo, 10 de agosto de 2014

Lido: A Lombada do Moleskine

A Lombada do Moleskine (bibliografia) é um conto curto de Luís Bettencourt Moniz que tem vagamente a ver com história alternativa. Não é mau enquanto conto, mas deixou-me um grande sabor a pouco quando terminei a leitura, principalmente porque os ténues apontamentos ucrónicos não só são insuficientes para me parecer que o conto jogue bem com o tema da coletânea, como ainda por cima não têm rigorosamente nenhum impacto na narrativa. Sem esses apontamentos, o conto ficaria igual: um conto umbiguista, centrado na figura de um aspirante a escritor que reflete sobre a sua escrita e o modo como ela se entrecruza com a sua vida, num Portugal que, apesar de por duas ou três vezes receber alusões monárquicas, em mais nada se distingue daquele que conhecemos hoje em dia (ou no "hoje em dia" da época em que o conto foi escrito, há alguns anos). Não sendo nenhuma obra-prima, o conto não é mau, repito. Mas parece-me francamente desadequado nesta publicação.

Contos anteriores deste livro:

Sem comentários:

Enviar um comentário