segunda-feira, 16 de março de 2015

Lido: Eyes Like Water Like Ice

Eyes Like Water Like Ice, é uma pequena historinha de uma espécie de horror brando, escrito por autora anónima (discretamente revelo aos entendidos, mas só aos entendidos, que é de Jai Clare), que nos descreve uma apresentação de místicos indianos para um público muito ocidental, ou talvez se deva mesmo dizer muito britânico. Os místicos têm, de facto, poderes, entre outros o de controlar o fogo, e a plateia assiste, contente e plácida, à exibição desses poderes. Até que um homem decide participar.

Claramente inspirado pelas imagens de gurus a imolar-se pelo fogo e escrito numa prosa bastante poética, este continho muito oblíquo trata principalmente da perda e da incapacidade que cada um de nós tem para impedir aqueles que nos são queridos de partir quando e como a sua própria vida, não a nossa vontade, determina.

Não foi conto que me absorvesse, até porque não tem tamanho suficiente para tanto, mas é um bom conto.

Contos anteriores desta publicação:

Sem comentários:

Enviar um comentário