domingo, 5 de abril de 2015

Lido: Striped Pajamas

Striped Pajamas é mais um brevíssimo conto de autor anónimo (segundo os boatos cochichados pelas esquinas é de Margaret B. Simon), contado na segunda pessoa, sobre uma despedida. Ou talvez sobre uma libertação. Sobre um suicídio?

O conto não é claro. É daqueles contos que sugerem mais do que dizem, deixando-se propositadamente ocultar atrás de um véu de ambiguidade. E fá-lo bem; nesse sentido é um bom conto. Também o é por tratar bem a língua inglesa. Mas o facto é que não gostei muito dele. É demasiado curto e demasiado vago para me ter realmente agradado. Pareceu-me ter havido muito — demasiado — que ficou só na cabeça da autora, sem sequer se deixar espreitar através do texto propriamente dito. Se fosse mais longo talvez fosse melhor. Só talvez. Mas mesmo assim não é um mau conto.

Contos anteriores desta publicação:

Sem comentários:

Enviar um comentário