sexta-feira, 22 de maio de 2015

Lido: The Secret

The Secret, de autor anónimo (consta por aí que é de um tal G. W. Thomas) é um continho muito curto sobre a coisa mais importante do mundo. E também sobre o que move as pessoas a fazer o que fazem, tudo o que fazem. O ambiente é de fantasia mas esta pouco passa de acessório, e a conversa entre mestre feiticeiro (um tal "homem arco-íris") e aprendiz que percorre todo o conto podia ter sido tida por um mais-velho e um mais-novo quase em qualquer tempo, lugar ou ambiente. E tudo porque o aprendiz está num afã para domar um penteado rebelde que não se deixa enfiar no redil da última moda.

Trata-se de um conto moral, sim. Há quem deteste contos morais, e eu próprio confesso que não morro de amores por eles. Também não me agrada muito o uso tão cosmético das características da literatura fantástica. No entanto, o conto é divertido e isso compensa muita coisa.

Longe de ser o melhor desta publicação, este não deixa no entanto de ser um conto com o seu interesse.

Contos anteriores desta publicação:

Sem comentários:

Enviar um comentário