domingo, 31 de maio de 2015

Lido: White Dream

White Dream, de autor anónimo (Neil Bristow, sussurra o desmancha-prazeres), é um brevíssimo conto sobre uma rapariga que, "como qualquer rapariga estranha poderia fazer," sempre tinha tido o sonho de morrer na neve. Não é dos melhores contos desta publicação, mas está na mesma muitíssimo bem escrito e contado com mestria. Um conto que conta uma história de suicídio, mas não chega realmente a aprofundá-la, antes trata a decisão como algo tão importante ou definitivo como a escolha de roupa para sair à rua. É estranho, um pouco perturbador até, mas a meu ver falta-lhe qualquer coisa para chegar ao nível de alguns dos outros contos aqui presentes.

Contos anteriores desta publicação:

Sem comentários:

Enviar um comentário