sexta-feira, 4 de setembro de 2015

Lido: Contos Crime

Contos Crime é mais uma das pequenas antologias que saíram há um par de anos com o JN e o DN, esta construída em volta de crimes. À primeira vista dir-se-ia que se trata de um livro policial, o que é reforçado pela minissinopse que vem na capa ("o desvendar de segredos e delitos por grandes mestres da ficção"). Mas lendo verifica-se que essa é ideia em grande medida errada. Pouco há aqui do "desvendar" típido daquilo que reconhecemos como literatura policial. Um conto, o que mais se aproxima disso, é um whodunnit que não respeita as regras do género; outro é uma sátira à sociedade que recorre a um trio de simpáticos trapaceiros; outro é uma história de terror psicológico.

Para leitores de policiais que procurariam aqui o que os atrai no género, imagino que este livrinho seja uma deceção. Mas eu, apesar de ter lido muitos policiais há uns anos largos, não sou grande fã do género e, talvez por isso, gostei bastante dele. Talvez por isso e porque os contos são em geral bastante bons enquanto contos, independentemente das regras e das expetativas de cada um. Numa coleção que oscila entre o bom e o meramente aceitável, este livro inclui-se no grupo dos melhores. Para mim, foi uma boa surpresa; não esperava gostar tanto dele.

Quem quiser saber o que achei sobre cada um dos contos, basta seguir os links:
Este livro foi comprado.

Sem comentários:

Enviar um comentário