quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

Lido: A Cigarra e a Formiga

A Cigarra e a Formiga é um conto curto de W. Somerset Maugham que se inspira na célebre fábula para contar uma história de dois irmãos que se comportam como os bicharocos da história tradicional. Um, trabalhador, tem no afinco e no juízo o esteio da sua existência; já o outro é um estroina, passando a vista em festas e servindo-se de um charme muito seu para deslizar pelo mundo entre um amigo ou um familiar e o próximo, sem mexer uma palha, cravando tudo a toda a gente, vivendo de dívida em dívida com a maior das descontrações. O desfecho é divertido. Ou talvez deprimente. Ou talvez cínico. Maughan como que nos diz que o mundo não é, propriamente, o lugar mais justo que é possível imaginar. Coisa que já todos sabíamos, com certeza, mas que aqui surge sublinhada. O conto é mais uma vez bom, com uma profundidade bem superior à leveza com que vem escrito e um final que, não sendo propriamente surpreendente, é no entanto muito adequado.

Contos anteriores deste livro:

Sem comentários:

Enviar um comentário