terça-feira, 22 de dezembro de 2015

Lido: O Portão da Casa da Tia Rosa

O Portão da Casa da Tia Rosa, mais uma das historinhas de infância de Ondjaki, é uma história de perda e despedida que me parece sofrer de um problema grave: haver ali demasiada história que quem a conta não acha sua para contar. O resultado é uma historinha com mais entrelinhas que linhas, com demasiadas mãos de veludo para chegar a ser realmente eficaz. Tudo o que é demais estraga. Mesmo a subtileza.

Não, este não é um ponto alto neste livro.

Contos anteriores deste livro:

Sem comentários:

Enviar um comentário