quinta-feira, 31 de março de 2016

Lido: Tlön, Uqbar, Orbis Tertius

Tlön, Uqbar, Orbis Tertius (bibliografia) é um conto de Jorge Luis Borges, com um certo cheirinho a ficção científica, parcialmente sobre substituição de universos. Trata-se de uma história pseudofactual, na qual entra como personagem o amigo de Borges, Bioy Casares, e que conta como eles os dois, juntos, descobrem uma estranha entrada enciclopédica, referente ao país de Uqbar... que só existe no volume da enciclopédia pertencente a Casares. Com a curiosidade desperta pelo insólito caso, os dois põem-se a investigar o mistério de Uqbar, a que depressa se soma um segundo mistério, o de Tlön, que já não surge numa mera entrada enciclopédica mas descrito numa enciclopédia inteira, resumida no conto de forma breve mas suficiente para se perceber com clareza o seu caráter plenamente absurdo. As explicações sobre como tais livros ou partes de livro ganharam existência compõem uma parte do conto, o qual acaba em plena metaliteratura, o que neste caso equivale a dizer em plena mistura entre realidade e ficção. Curiosa coincidência: Começos, conto lido há muito pouco tempo, parece dialogar com este conto de Borges.

Trata-se de um conto cerebral, dotado de uma dose significativa de ironia, até política. Uma construção intelectual pura. E sim, é um conto muitíssimo bom.

Sem comentários:

Enviar um comentário