segunda-feira, 30 de maio de 2016

Lido: A Pequena Caixa Chega Pelo Correio,

A Pequena Caixa Chega Pelo Correio, e vou ter de escrever aqui alguma coisa que justifique esta vírgula vinda do título, é uma vinheta de Luiz Bras sobre uma caixa, pequena, que chega pelo correio e é aberta, e o que cada um encontra lá dentro tanto pode ser a mais repelente das coisas nojentas como a mais bela das lindezas. E não é a única; mais caixas, pequenas, vão chegando pelo correio, sendo abertas e causando reações extremadas, de êxtase ou repulsa absolutas, e assim rompendo com violência o tecido do quotidiano. Um conto insólito, com toques de horror e qualquer coisa tenuíssima de ficção científica, mas ao mesmo tempo divertido. Bastante bem conseguido.

Textos anteriores deste livro:

Sem comentários:

Enviar um comentário