quarta-feira, 31 de agosto de 2016

Lido: As Três Folhas da Serpente

As Três Folhas da Serpente, mais um conto construído pelos Grimm a partir de contos tradicionais, é uma história sobre o egoísmo e a presunção dos poderosos. Conta a história de um homem humilde que se perde de amores por uma princesa (instantaneamente, como sempre acontece nos contos de fadas) e faz a promessa que a princesa exige para se casar com alguém: a de que, se ela morresse, o marido fosse enterrado com ela. E morre mesmo, e ele encerra-se na cripta e, peripécia após peripécia, acaba por ressuscitá-la (magicamente, claro), bondades que ela paga traindo-o e matando-o, ou pelo menos julgando fazê-lo. Mas tudo acaba por ficar bem, claro, e o bondoso e fiel marido acaba vingado pela rápida e incisiva justiça régia. Afinal, há que confiar nas instituições e nos seus titulares; no fundo é essa a moral de muitas destas histórias.

Contos anteriores deste livro:

Sem comentários:

Enviar um comentário