sexta-feira, 4 de agosto de 2017

Lido: O Dia Perfeito

O Dia Perfeito, de um Vergílio Alberto Vieira que eu não só nunca tinha lido como de quem nunca sequer tinha ouvido falar (e de quem, se tudo correr bem, nunca mais na vida lerei uma palavra que seja), é um exercício de estilo. E um exercício de estilo muitíssimo pretensioso, ainda por cima. Um exercício de estilo praticamente vazio de conteúdo (há umas vagas referências a um cancro, mas que pouca importância têm) e absolutamente preocupado com a forma, abordagem que eu considero tão má como a daquelas ficções que só se preocupam com o enredo, esquecendo-se de que literatura também é forma. Mas mostremos. Nada como uma breve citação para melhor ilustrar o que isto é:

Ao patamar superior, os braços. A doer. Apeteceu-lhe descer ainda. Entregar os passos a
quando a chave. Oleada de silêncio. Impôs-se. O primeiro volteio. E a breve ocultação de sombra pelo soalho.

Sim, aquele parágrafo está mesmo assim, não é gralha. Julgo que não custa perceber por que motivo eu considero este, de muito longe, o pior texto de todos os que compõem esta antologia. Há quem aprecie experimentalismos vácuos, malabarismos verbais sem nada que os sustente, esta noção disparatada de que literatura é feita de palavras e de mais coisíssima nenhuma. Pois que sejam felizes. Visto daqui, este tipo de coisa tem precisamente o mesmo valor da mais mal escrita literatura pastilha-elástica que se encontra aos pontapés no Wattpad: é muito, muito mau.

Contos anteriores deste livro:

2 comentários:

  1. É um prazer ler este blogue, é um prazer apreciar uma escrita que mostra uma alma cheia de conhecimento e fantasia.
    E a ironia do autor é deveras atraente.
    Quando recomeçar o ano letivo, portanto quando voltar para Lisboa irei imediatamente ler a/o Sally. Já agora, é possível encontrar nas lojas a antologia "por universos nunca dantes navegados"? É pessoas como o autor deste blogue que são as responsáveis por espalharem a magia pelo mundo.
    Fernando Couto (rebeldiadefeituosa.wordpress.com)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigado pelo elogio, que é sempre um embaraço receber.

      Quanto à pergunta sobre o "Universos", e como eu, infelizmente, já não tenho nenhum exemplar dispensável, pode ser comprado no site da Lulu, em http://www.lulu.com/shop/luis-filipe-silva-ed/por-universos-nunca-dantes-navegados-2007/paperback/product-1825880.html

      Não sei se contactando o Luís Filipe Silva, que foi o responsável pela edição, será possível obtê-la também.

      Eliminar