quinta-feira, 9 de fevereiro de 2006

Sobre os cartoons

Sim, finalmente vou dizer qualquer coisa sobre os cartoons. Viva!

Mas é só isto: quem, a propósito dos cartoons, se indigna porque "os muçulmanos" se portam como um bando de imbecis não se pode surpreender que os bandos de imbecis muçulmanos que queimam embaixadas e bandeiras e atiram calhaus à polícia achem que "os europeus" são um bando de preconceituosos racistas anti-muçulmanos primários.

É que uma coisa são "os muçulmanos" e outra bem diferente são os bandos de imbecis que partem para o disparate violento e que, por acaso, até são também muçulmanos. Tal como uma coisa são "os europeus" e outra bem diferente são os bandos de europeus imbecis de extrema-direita que têm no ódio aos árabes a sua raison d'être e que determinaram a publicação dos cartoons no pasquim jutlandês (que tem no currículo o apoio declarado a nada menos que Adolf Hitler) que nunca antes tinha conseguido uma publicidade tão grande e, o que para eles é melhor ainda, gratuita.

E é claro que defendo que o pasquim tem todo o direito de publicar aquela merda. E a palavra "merda" está nesta frase por uma razão muito clara.

Sem comentários:

Enviar um comentário