quinta-feira, 23 de setembro de 2004

Spam fiction (9)

Relatório de Activos do Sistema de Epsilon Indi


Baseado num spam intitulado "Stellar Stock Report"


De: Companhia Import-Export Ansibilina (CIEA), delegação de Epsilon Indi
Para: Sociedade Interestelar de Exploração e Transporte
Assunto: Relatório de Activos do Sistema de Epsilon Indi e Expectativas de Crescimento Futuro
REF: Comunicação Ansible nº 45552 - R - 77231 SIET



Em resposta à vossa solicitação datada de 235/2331, Calendário Padrão Universal, temos a informar o seguinte:

O relatório de activos armazenados nos porões do terminal Ansible do sistema de Epsilon Indi, em situação de pré-trânsito para o sistema Sol é o seguinte:

- Trinta e duas toneladas de bulbos optico-faríngicos de quimera-prateada em estado de preservação criogénica, com prazos de validade variáveis entre 21/2332 e 180/2335 CPU;
- Três gemas azuis de grandes dimensões, totalizando setecentas e vinte e quatro toneladas;
- O Circuito Central de Reprogramação de um robot exploratório Mitsudai. Este item tem reservada passagem de ida e volta;
- Oitenta e cinco painéis de dados pessoais, de peso padrão;
- Sete painéis de dados pessoais com protecção tipo 1 (metapersonalidades) de peso padrão;
- Cento e noventa e nove painéis de dados administrativos de peso padrão;
- Vinte e quatro painéis de dados científico-técnicos de peso padrão;
- Dois contentores com carga classificada, à responsabilidade da Central Interestelar de Alimentação. Os contentores são propriedade da CIEA e têm também reservadas passagens de ida e volta. Têm ainda restrições ao manuseio de tipo 2. O peso total é de duas toneladas e meia;
- Dois exemplares de Heptapedia indiea em hibernação induzida, armazenados em dois Recipientes de Bioamostragem EI 2 com respectivos sistemas de apoio de vida, cápsulas de emergência e técnicos agregados. Os técnicos agregados, em número de quatro e de espécie humano-terrestre, encontram-se em estado de armazenamento para fins de inventário e optimização de carga, mas na realidade estão sujeitos ao sistema-padrão de prontidão de 100 impulsos. Levando em conta a carga pessoal dos técnicos agregados, este item totaliza sete toneladas;
- Duzentos e quarenta e três carregamentos-padrão de biopetróleo;

Mais se informa que é expectável que a quantidade de activos em situação de espera nos porões do terminal Ansible de Epsilon Indi sofra um aumento de 5,8% durante o próximo ano-padrão (4,9% em volume e 6,4% em massa), o que causa preocupações quanto à logística futura do armazenamento, tendo em conta que, segundo o relatório nº 23/2331 SIET, os porões se encontram com 87% da sua capacidade ocupada e os nossos concorrentes, segundo dados do mercado, prevêm taxas de crescimento semelhantes às nossas.
Tem-se entretanto assistido a algumas situações que nos causam preocupação, nomeadamente nas prioridades atribuídas aos produtos perecíveis. Chegou ao conhecimento da nossa empresa que um grifo-de-membranas, propriedade da Indianacom, foi transmitido a 211/2331 CPU, dia em que o transmissor estava em manutenção, de acordo com a comunicação Ansible nº 43687 - T - 12596 SIET, que nos dava conta do adiamento sine die da transmissão de uma remessa dos nossos bulbos de quimera-prateada, transmissão essa já devidamente paga através dos canais oficiais. Há rumores não confirmados de outras situações do mesmo género envolvendo não só a Indianacom, mas também a Intersol e a Companhia de Desenvolvimento das Anãs Vermelhas. Ao certo sabemos que o número de impulsos em que o terminal de Epsilon Indi esteve oficialmente encerrado devido a problemas técnicos subiu 10,2% este ano, o que é um valor muito elevado em condições normais de operacionalidade.
Gostaríamos de solicitar a máxima atenção e o máximo cuidado com este tipo de situação, visto que a fiscalização se tem revelado permeável. Lembramos que temos sido desde sempre o principal cliente da SIET, e faremos todos os possíveis para manter essa condição, no respeito escrupuloso, claro está, das leis da concentração empresarial. Para tal contamos com a vossa compreensão e solicitamos a transmissão prioritária, de preferência durante os próximos três dias, dos Heptapedia que se encontram em armazém. Um prémio de boa vontade já se encontra, para o efeito, depositado na vossa conta no off-shore do Habitat Lagrange Vénus-2.
Caso nos seja fornecida uma compensação adequada para os prejuízos decorrentes do caso Indianacom, estamos preparados para fornecer um novo prémio de igual valor, a depositar noutra das vossas contas off-shore. Sabemos da existência, nos armazéns de Epsilon Indi, de um contentor funerário em más condições, pertencente à Indianacom, cujo nível de prioridade é urgente. Sem querer sugerir um adiamento, por respeito à dor da família, sem queremos contribuir para a degradação da imagem da Indianacom junto dos seus clientes, por uma questão de lealdade comercial, e no respeito absoluto pelo princípio do tempo de espera para prioridades iguais, gostaríamos, todavia, de ver pelo menos duas das nossas gemas azuis, que já estão em depósito há bastante tempo, tratadas com o mesmo nível de prioridade do contentor da Indianacom.
Sem mais de momento, e na esperança da continuação de uma relação comercial que vem sendo mutuamente benéfica, subscrevo-me,
Nicolao Han
director-executivo da CIEA, delegação de Epsilon Indi

Sem comentários:

Enviar um comentário