sexta-feira, 18 de junho de 2010

Da mediocridade

Uma notinha muito rápida para dizer uma coisa: não há sintoma mais claro de mediocridade do que a sistemática tentativa de menorização pessoal daqueles que expressam frontalmente opiniões com que não se concorda. Isto é particularmente evidente quando o assunto são escritores e as respetivas obras. Sim, falo de Saramago e das manadas de imbecis que agora se comprazem em comemorar a sua morte. Mas não só.

1 comentário: