quinta-feira, 3 de junho de 2010

Lido: Celia, a Impaladora

Celia, a Impaladora é um pequeno conto de Rhys Hughes que está definido logo a abrir: "A história de uma mulher que fez amor com seis das Sete Maravilhas do Mundo, fazendo-as desmoronar de exaustão, e de como tenta seduzir a sétima e última, a Grande Pirâmide de Quéops, inconsciente de que esta não pode cair, porque uma pirâmide existe sob a forma de um edifício que já caiu. Contada do ponto de vista da pedra cimeira." E é exatamente isto, o que não deixa de ser curioso. Um conto muito divertido, embora não muito educativo, pois pode levar os mais incautos a ganhar ideias algo oblíquas quanto ao motivo por que, das Sete Maravilhas do Mundo Antigo, só a Grande Pirâmide sobreviveu até hoje.

Sem comentários:

Enviar um comentário