sexta-feira, 18 de junho de 2004

Aguasfurtadas nº 6

Hoje recebi o meu exemplar da revista aguasfurtadas 6, cuja capa irá parar ali à coluna da direita à primeira oportunidade. É que umas quantas das suas 252 páginas são ocupadas com um conto meu: A Primavera.

Trata-se de uma revista editada pelo Jornal Universitário do Porto, que anuncia um URL que parece não estar ainda funcional (www.aguasfurtadas.jup.pt). O formato é o de um livro grande, com as tais 252 páginas de que já falei, a preto e branco, dividida em secções de "poesia", "fragmento", "adaptação literária", "diálogo amoroso", "teatro", "argumento cinematográfico", "conto", "crónica barroca", "ensaio", "evocação" e "música".

Esta última secção vem ilustrada com um CD contendo 6 faixas, num total de 23 minutos de música erudita.

E tudo por 10 euros. Não faço é ideia nenhuma que tal será a distribuição da revista, embora tenha cá um passarinho a segredar-me ao ouvido que não deverá ser muito vasta.

Sem comentários:

Enviar um comentário