sábado, 28 de agosto de 2004

Quando as experiências inibem a vida

O José Mário Silva casou-se. Deu conta do facto numa série de posts, culminando num entusiasmado "É hoje". Um gajo que eu conheço viu, clicou no linkzinho dos comentários, leu os que já lá estavam e começou a escrever um de moto próprio. Queria felicitar o nubente e desejar-lhe um casamento agradável e longo.

Escreveu e apagou várias mensagens até que desistiu e fechou a janela sem deixar nenhum sinal da sua passagem. Talvez por causa de recordações da sua própria vida, havia em todas as mensagens um mas que se insinuava entre as palavras e lhes fazia perder a honestidade que seria de todo desejável.

Era só uma mensagem, mas às vezes é a vida.

Sem comentários:

Enviar um comentário