quarta-feira, 20 de abril de 2011

Lido: A Sétima Casa

A Sétima Casa é um conto curto fantástico de Nina de Vasconcelos, pseudónimo de Pedro Manuel Calvete. Parte duma reunião de antigos alunos universitários, na qual se reencontram um homem e uma mulher com um velho fraquinho um pelo outro e vidas bastante díspares nos 10 anos que decorreram desde o fim do curso. Ele, próspero e com toda a aparência de felicidade; ela, pelo contrário, mergulhada num mar de problemas e insucesso. Mas ele depressa lhe conta a origem da sua prosperidade. Não a desvendarei aqui em detalhe; direi apenas que tem a ver com horóscopos que realmente se realizam... e que ele próprio influencia. O conto está muito bem escrito e é suficientemente curto para o facto de ser composto quase integralmente pelo relato do que aconteceu ao homem e de como ele ganhou a sua prosperidade, sem ação quase nenhuma, não se tornar aborrecido. É um bom conto, embora eu talvez tivesse preferido ler uma obra mais extensa que, em vez de me contar a vida do protagonista durante esses dez anos, ma mostrasse.

Sem comentários:

Enviar um comentário